Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a Parteira explica

Este blog pretende facultar informação credível e científica sobre planeamento familiar e pré-concepcional, gravidez, preparação para o parto, cuidados ao RN, saúde infantil e amamentação

Este blog pretende facultar informação credível e científica sobre planeamento familiar e pré-concepcional, gravidez, preparação para o parto, cuidados ao RN, saúde infantil e amamentação

a Parteira explica

21
Ago18

Está a pensar engravidar? Faça a consulta pré-concepcional...

aparteiraexplica

 

Quais-são-os-principais-medos-durante-a-gravidez.

 

     

      A maternidade é um processo natural, instintivo, inato, determinante para a identidade sexual e realização pessoal e familiar de algumas mulheres. Se o desejo de ter um filho despoletou em si, deve adoptar alguns cuidados e acções determinantes para o crescimento e desenvolvimento saudáveis do novo ser. Deixo alguns conselhos a quem deseja engravidar:

 

  • Fazer consulta pré-concepcional no ginecologista/obstetra e/ou no médico de família e, se possível com uma enfermeira especialista em saúde materna e obstétrica, de modo a ter uma orientação e vigilância adequadas. A consulta pré-concepcional é a melhor altura para informar e aconselhar sobre os hábitos que poderão influenciar a gravidez(alimentares, tabágicos, alcoólicos, consumo de drogas, medicamentos e outros) e para fazer um aconselhamento geral sobre dieta, exercício físico e actividade profissional. O objectivo primordial é assegurar que a gravidez culmine no nascimento de um bebé saudável sem danos para a saúde materna.

 

  • Avaliação laboratorial – análises ao sangue e à urina.

 

  • Rastreio do cancro do colo do útero – deve actualizar este rastreio, se o anterior foi efectuado há mais de 3 anos, após 2 exames anuais negativos;

 

  • Iniciar a suplementação de ácido fólico: O ácido fólico deve iniciar-se pelo menos dois meses antes da data de interrupção do método contraceptivo (400 μg/dia) e durante as 12 primeiras semanas de gestação, permite prevenir malformações congénitas - defeitos do tubo neural, tais como espinha bífida, anencefalia e meningocelo. As grávidas com filho anterior com defeito do tubo neural ou com história familiar desta situação, devem realizar diariamente uma dose superior (5mg/dia).

 

  • Iniciar suplementação de iodo: impõe-se uma adequada ingestão de iodo - tanto através da inclusão de alimentos que são fontes de iodo, como através da suplementação - necessária para completar as necessidades da grávida, para a maturação do sistema nervoso central do feto e para o seu adequado desenvolvimento. De acordo com a orientação da DGS – Aporte de iodo em mulheres na preconcepção, gravidez e amamentação, “as mulheres em preconcepção, grávidas ou a amamentar devem receber um suplemento diário de iodo sob a forma de iodeto de potássio – 150 a 200 μg/dia, desde o período pré-concepcional, durante toda a gravidez e enquanto durar o aleitamento materno exclusivo (..)”. Nas mulheres com patologia da tiróide está contra-indicada esta suplementação.

  

  • Rastreio e tratamento da cárie dentária

 

  • Aconselhamento nutricional: Ter uma alimentação saudável (IMC 19,8-26) (IMC= Peso/Alt²) – ver tópico sobre Alimentação e Nutrição na Gravidez no blog

 

  • Aconselhamento sobre prevenção da toxoplasmosever tópico toxoplasmose e gravidez no blog

 

  • Ter hábitos e estilos de vida saudáveisabolir o tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas e drogas ilícitas, e evitar a ingestão de cafeína acima de 200 mg/dia), (...).

 

  • Controlar o stress e a ansiedade: A ansiedade e o stress dificultam o processo natural, pelo que trabalhar a parte psicológica e o equilíbrio emocional é essencial para que a gravidez aconteça (yoga, meditação, terapias psicológicas, terapias corporais relaxantes…).

  

  • Ter relações sexuais na altura ideal do ciclo menstrual: ter relações sexuais no período correto aumenta muito as hipóteses de engravidar. O ideal é ter relações aproximadamente 3 dias antes e 3 dias depois da ovulação, que ocorre 14 dias antes da próxima menstruação, por isso importa conhecer os seus ciclos menstruais. Por exemplo: se o seu ciclo menstrual é de 30 dias, a ovulação ocorrerá por volta do 16º dia (30 – 14 = 16), e as relações sexuais devem ocorrer com maior periodicidade do 13 ao 19º dia do ciclo menstrual.

 

  • Ter uma relação estável, sólida e feliz: uma boa relação é fundamental, tanto para que ocorra a concepção como para viverem e ultrapassarem juntos as alegrias e os desafios constantes da m/paternidade.

 

 

 

                                                                             a Parteira explica

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub