Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a Parteira explica

Este blog pretende facultar informação credível e científica sobre planeamento familiar e pré-concepcional, gravidez, preparação para o parto, cuidados ao RN, saúde infantil e amamentação

Este blog pretende facultar informação credível e científica sobre planeamento familiar e pré-concepcional, gravidez, preparação para o parto, cuidados ao RN, saúde infantil e amamentação

a Parteira explica

03
Jul18

Suplementação na Gravidez

aparteiraexplica

Suplementação na gravidez 

suplementação_gravidez_capa.jpg

 

Quase todas as vitaminas e minerais estão presentes em quantidades suficientes em praticamente todos os regimes dietéticos equilibrados....quase, seguem-se as excepções:

 

  • O ácido fólico deve iniciar-se pelo menos dois meses antes da data de interrupção do método contraceptivo (400 μg/dia) e durante as 12 primeiras semanas de gestação, devido à rápida divisão celular no feto, ao aumento da filtração glomerular da grávida e pelo facto do tubo neural fechar no primeiro mês de gestação. Assim, permite prevenir malformações congénitas - defeitos do tubo neural, tais como espinha bífida, anencefalia e meningocelo. As grávidas com filho anterior com defeito do tubo neural ou com história familiar desta situação, devem realizar diariamente uma dose superior (5mg/dia).

 

  • O iodoimpõe-se uma adequada ingestão de iodo - tanto através da inclusão de alimentos que são fontes de iodo, como através da suplementação - necessária para completar as necessidades da grávida, para a maturação do sistema nervoso central do feto e para o seu adequado desenvolvimento. De acordo com a orientação da DGS – Aporte de iodo em mulheres na preconcepção, gravidez e amamentação, “as mulheres em preconcepção, grávidas ou a amamentar devem receber um suplemento diário de iodo sob a forma de iodeto de potássio – 150 a 200 μg/dia, desde o período pré-concepcional, durante toda a gravidez e enquanto durar o aleitamento materno exclusivo (..)”. Nas mulheres com patologia da tiróide está contra-indicada esta suplementação.

  

  • O Ferro: o suplemento de ferro em 30 mg/dia é essencial durante o segundo e o terceiro trimestres de gestação, dado o elevado consumo de oxigénio pela gravidez, além da hemodiluição, que faz com que o nível médio da hemoglobina baixe. A absorção deste suplemento é melhor com o estômago vazio e quando tomado com sumos de citrinos, visto que a vitamina C aumenta a sua absorção.

 

  • Outros suplementos vitamínicos apenas se justificam nas grávidas adolescentes, na gravidez múltipla, nas grandes fumadoras, alcoólicas ou toxicodependentes, ou quando a dieta geral não é adequada.

 

  • Nas dietas vegetarianas podem ocorrer carências nutricionais, nomeadamente de ferro e vit. B12.

 

 

Fontes:

 

- Direcção Geral de Saúde [DGS] (2015). Vigilância da gravidez de baixo risco.

- Graça, L. (2010) Medicina Materno-Fetal. 4ªEd. Lisboa: Lidel.

 

 

                                                                                   a Parteira explica

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub